H1N1 e a verdadeira pandemia.



É incrível as idéias e teorias que surgem quando duas pessoas inteligentes interagem.
Recentemente numa conversa entre os redatores Aliane e Juliano surgiu o assunto H1N1. Acompanhando o assunto achei que seria relevante colocar aqui algumas questões levantadas pela nossa dupla e por mim. Aí vai.

Desde que começou a Copa do Mundo, não se fala mais em Gripe Suína. Não há mais secretários de saúde falando da importância de não ficar em lugares fechados, de não compartilhar nenhum utensílio, de lavar muito bem as mãos, ou de usar alcool em gel. Não vemos mais campanhas na mídia em geral, nem reportagens sobre os riscos do inverno e o potencial aumento nos casos de contágio. Com base nisso chegamos as seguintes conclusões:

* A pandemia é uma farsa, um vírus como todos os outros, porém, que sofreu do sensacionalismo da mídia. Ou não. Talvez nem o vírus tenha resistido às emoções da Copa.
* Talvez as autoridades e a mídia também tenham se rendido a Copa do Mundo. Ou não. Por causa da Copa talvez tenha apenas faltado espaço na grade de programação para campanhas menos importantes, como a da gripe, que possivelmente ajudaria a evitar a contaminação de milhares e até mortes.
* Quem sabe não exista mais contágios por causa do local de realização da Copa. Como a vacina (dizem) foi testada lá na África, ela surtiu real efeito, pois não houve nenhum caso registrado, mesmo com a enorme aglomeração de pessoas, frio intenso e o compartilhamento de objetos.
* Ou, no caso de nenhuma das questões acima serem verdadeiras, ou possíveis, ficamos com a pior teoria. A ação da vacina, ou da defesa natural do nosso organismo, é desencadeada por um agente externo, atordoador, porém muito eficaz: o 'som' das vuvuzelas.

Não sabemos explicar, mas podemos observar que enquanto somos expostos ao som produzido pelo terrível artefato milagroso, não se registrou nem um caso de contágio/morte pela H1N1. As pessoas emprestam suas vuvuzelas, compartilhando saliva e sabe-se lá mais o que, sem qualquer risco para a sua saúde! É simplesmente incrível!

Então, já sabe. Não deixe de comprar e usar sua vuvuzela imunizadora se quiser chegar vivo a Copa de 2014, que será aqui no Brasil. Aliás, não deixe de comprar protetores auriculares também, para poder passar com o mínimo de perda auditiva pela verdadeira, pior e mais terrível pandemia do século: a vuvuzela.

Jaqueline Hannusch Leal

Fim de Semestre

Oi, pessoal! Quem tem acompanhado o blog, sabe que a redação é composta por 4 pessoas: Juliano, o mais ativo e idealizador do blog; Jaqueline, não é sempre que escreve, mas quando faz... é como diz o sábio "maçãs de ouro em salvas de prata"; Geibson, agora empenhado com o Desafio de Amar; e Aliane que às vezes escreve, mas que o objetivo inicial era revisar os textos.
Bem, quem está na fase "faculdade" ou já passou por ela, sabe que o temido fim de semestre toma conta de quase todo nosso tempo. Por isso, não estou conseguindo revisar os textos.
Peço que sejam carinhosos e relevem certos tropeços. Hoje consegui revisar alguns textos mais recentes. A medida que as provas e trabalhos forem acabando, darei uma boa revisada, principalmente no Desafio de Amar.
Então, desafio vocês a nos amarem e a orarem por todos nós e nossas famílias. Por mim, principalmente, para continuar a aprender a remir o meu tempo... E não deixar mais atrasar a revisão.

Aliane Melo

Quem quer beber no Cálice de Ares?

Começou a copa do mundo. Bilhões de pessoas param seus afazeres ao redor do planeta para contemplar os jogos. Um momento em família, com pipoca, petiscos (aqui no Sul chimarrão, chocolate quente, doces de pelotas...), bandeiras, cornetas, camisetas, enfim, a típica festa brasileira. Um momento de paz para apreciar um dos maiores talentos do nosso país. Será?
Creio que a cena familiar acima é verdadeira e agradável, mas era muito mais autêntica quando o Brasil tinha nos pés o famoso "futebol-arte", que, convenhamos, deixou de existir há algum tempo, mesmo que os fãs mais fervorosos me falem de Ronaldinho Gaúcho e Robinho, vão concordar que não temos mais um time brilhante. A cada temporada um ou outro talento aparece, mas já não há um grupo coeso e com uma identidade que nos represente ou nos sirva de exemplo de garra, vibração, ou nos traga emoção. Hoje o futebol deixou de ser esporte para se tornar comércio. E os jogos, batalhas de mercenários. Mas será que a essência das competições algum dia foi diferente?


Desde tempos muito remotos, guerras entre nações eram decididas através de duelos para poupar vidas. O duelo entre Davi e Golias é um exemplo típico dessa prática. Mas, houve os casos em que mesmo após o duelo, o vencedor massacrava os vencidos para garantir uma vitória absoluta. Um sobrevivente anônimo que restasse, era suficiente para iniciar um ciclo de vingança. Em certas ocasiões, um descendente de um herói morto no duelo, jurava vingança no mesmo instante, e marcava uma data para o próximo combate, onde "lavaria sua honra com o sangue do inimigo".
O sangue. Aliado inseparável da guerra, assim como a morte. Os gregos começaram a praticar de forma organizada "duelos" onde o objetivo não era mais subjugar um inimigo em combate por conquista de território. A conquista agora era para a glória própria. Era para o ego. Era pra dizer que "eu valho mais que meu concorrente". Não demoraria até que ideias menores de diversões bizarras e mais regionalizadas se tornassem febre indo de carona nesse conceito tão bem desenhado. O misticismo de alguns somado a esta estrutura, trouxe à cena o ator que faltava, a participação das divindades. Criminosos eram postos em combate e o que morria era considerado julgado e condenado pelos deuses.
Ares (Grécia) - Marte (Roma) - O deus da guerra
Chegando em Roma, as competições tiveram seu ápice em todos os sentidos. Ares, o deus grego da guerra, que na Grécia era mais temido e respeitado do que adorado, em Roma era venerado com veemência. Considerado o pai de Rômulo e Remo, os fundadores de Roma, era praticamente a fonte da vida romana. Adorado como Marte, suas cores e elementos estavam em tudo. Entre os gregos existia o Areópago, um auditório que servia aos interesses judiciais da aristocracia ateniense, e que significa literalmente Colina de Ares, pois seus membros, juízes em tempos de paz, eram os altos oficiais militares em tempo de guerra, ou seja, os que buscavam favor de Ares. E tanto na guerra como na paz, tinham a função de decidir entre a vida e a morte. Os principais casos decididos no Areópago eram de homicídio premeditado, incêndio e envenenamento. Em Roma, Marte aparecia de modo mais aberto e um pouco mais distante da justiça. O principal local de adoração a ele era o Circo de Roma, onde muito sangue era derramado na arena.
Coliseu de Roma
Quando os romanos saíam em combate, prometiam muito sangue à Marte e cachorros eram sacrificados para Ares pelos espartanos antes das batalhas. Nos circos romanos, se ouviam cânticos entoados a Marte quando o sangue começava a jorrar. Em alguns espetáculos o sangue era tanto que começava a escorrer para fora das arenas.
O maior espetáculo que havia em roma eram as lutas de gladiadores, onde a morte acontecia por puro capricho. E na maioria das vezes era decidida por um polegar do imperador para cima ou para baixo.
Gladiadores
Roma construiu arenas por todo o império, e nos locais onde o imperador não estava, eram os sacerdotes que faziam as honras da casa. Porque eles e não os políticos? Por que o imperador era considerado um deus e os sacerdotes eram seus representantes. E por o circo possuir uma prerrogativa mística-religiosa. Os sacerdotes apenas estavam cumprindo seu papel na sociedade.
Hoje, temos presenciado cada vez mais nossos estádios de futebol se transformarem em arenas, onde não raro, é derramado sangue e tem lugar confrontos terríveis entre polícia e torcedores. E da mesma maneira que Roma suplantava revoltas da plebe de desempregados e pobretões com a política de pão e circo, hoje a Copa da Fifa tira nossa concentração dos problemas graves do nosso cotidiano e nos mantém alienados no brilho do entretenimento barato das partidas de futebol.
Torcedores em confronto com a polícia.
Jogador ferido em jogo.
O país sede da copa está entre os mais pobres do mundo. E lá a Associação Nacional de Curandeiros fez um sacrifício de um boi no principal estádio da copa para "apaziguar os espíritos". De um jeito ou de outro, há derramamento de sangue. Interessante a FIFA permitir isso enquanto "desencorajou" práticas como as orações feitas pela seleção do Tetra em 1994.
Ritual no Soccer City para "abençoar" a Copa
As organizações da mídia fazem questão de dizer que o evento gerou prosperidade lá. Mas por quanto tempo? Em 2014 a folia marciana é aqui no Brasil, e já estão investindo milhões nas nossas arenas.
Arena Tricolor - Novo complexo esportivo do Grêmio FBPA
Enquanto o povo passa fome, o desemprego aumenta, a criminalidade prolifera, os presídios permanecem lotados, os abortos se tornam descontrolados, a mídia traz a cobertura hipnótica do novo circo de Roma para dentro das nossas casas. Jogadores de futebol que ganham milhões por mês são idolatrados como heróis, enquanto o povo considera corruptos e salafrários os políticos que ganham alguns milhares. Ah, mas o jogador não roubou do povo! Não mesmo? Quem é que paga os ingressos que viram salários? Ah, mas existem jogadores que investem em ação social, existem jogadores cristãos! Ok, os políticos também, e a classe política não deixa de ser criticada por causa dos honestos. Já os boleiros são ungidos de Ares, não podemos tocá-los...
Precisamos parar com a hipocrisia e refletir sobre o legado que estamos deixando. As eleições se aproximam e ninguém está cuidando e fiscalizando os políticos porque está de olho na copa. Coincidência ou farinha do mesmo saco? Quantos cartolas e dirigentes de clubes são políticos? Seria gratuita essa união do circo com o poder? Quando entramos de roldão na emoção verde e amarela, o futuro dos nossos descendentes é posto em perigo.
Já pararam pra pensar no simples significado da palavra COPA? Um cálice, uma taça, um vaso. Que originalmente era cheia de sangue nos ritos marciais (de Marte). Você tem sede de sangue? Então está pronto para beber e compartilhar a Taça do Mundo, o Cálice de Ares.
Troféu da FIFA
Não sou contra o esporte e vou ficar feliz se o Brasil ganhar o Hexa. Porém, não vou deixar o brilho fugaz do evento me cegar para as coisas sérias e realmente importantes.

Pra frente Brasil...

Juliano G. Leal - MRM/MARP

Heróis que fazem discípulos - para Cristo!

Paul Roman "Orange Peel" - Novo HQ Cristão
Você deve estar se perguntando quem é este super-herói alaranjado. Pois muito bem, ele é Paul Roman, um herói sem identidade secreta por ser cristão! O gibi de lançamento pode ser lido na íntegra em inglês no site oficial. Criado pelo desenhista profissional Dan Lawlis, que trabalhou na Marvel (X-Men, Homem Aranha, Homem de Ferro) e na DC Comics (Liga da Justiça, Tropa dos Lanternas-Verdes, Teen Titans), o herói evangeliza gangs intergalácticas a bordo do carro supertunado "Orange Peel" cujo nome dá título ao gibi e complementa a caracterização do herói.
Lawlis declara no site que sentia necessidade de um gibi com temática cristã, já que nas revistas tradicionais predominam pontos de vista ateus e ocultistas. Para o leitor não familiarizado com quadrinhos, a primeira leitura será um choque, entretanto para os mais acostumados com o meio, o gibi é um show de qualidade de traço e ação e traz a temática cristã explícita e contundente, indo direto ao ponto.
Creio que é a primeira iniciativa realmente profissional já lançada.

Indo por um caminho semelhante, o camaleão cristão Kevin Max também está investindo nos gibis. Em franca fase de produção, Kevin (que além de cantar e tocar muito desde os tempos de dC Talk, também escreve poesia e agora roteiro de HQ) se uniu ao desenhista Juan Carlos Baez e ao colorista Edgar para produzir um épico intitulado "Fiefdom Of Angels": uma história retratando um ambiente cheio de anjos e demônios, com ênfase na origem do homem, as questões do espaço-tempo, a guerra espiritual e o fim dos tempos.


Todas as tentativas de se criarem heróis e ficções cristãs nesse nicho nunca frutificaram com muito êxito. Talvez quem tenha chegado mais longe, mas ainda assim com dificuldade, foi o Bibleman, uma espécie de "tokusatsu gospel", produzido durante dez anos, de 1996 a 2006. Veja abaixo:



Eu acho que dessa vez emplaca. Vamos acompanhar a evolução de "Orange Peel" e aguardar o lançamento oficial de "Fiefdom Of Angels".

Juliano G. Leal - MRM/MARP

Apêndice IV - Conduzindo o seu coração

O QUE É O CORAÇÃO?
Sua identidade. O seu coração é a parte mais importante de quem você é. É o centro do seu ser, onde habita o seu "verdadeiro eu". "Como na água o rosto corresponde ao rosto, assim o coração do homem ao homem" (Provérbios 27:19). Como uma pessoa "imaginou na sua alma, assim é" (Provérbios 23:3).
O seu centro. Uma vez que o seu coração físico é o centro do seu corpo e envia sangue que dá a vida a cada célula viva, a palavra "coração" tem sido utilizada há séculos para descrever o lugar onde se inicia todos os pensamentos, crenças, valores, motivações e convicções. O seu centro de comando. O seu coração é o Pentágono das suas ações. Como resultado, cada área da sua vida é impactada pela direção do seu coração.

O QUE HÁ DE ERRADO EM SEGUIR O MEU CORAÇÃO?
Ele é tolo. O mundo diz "Siga o seu coração!" Esta é a filosofia dos mestres da nova era, dos seminários de auto-ajuda das músicas pop românticas. Esta filosofia vende milhões de livros e gravações porque soa romântica e nobre. O problema é que seguir o seu coração geralmente significa perseguir tudo o que parece correto no momento, seja apropriado ou não. Significa jogar a cautela e a consciência ao vento. Obter a qualquer custo seus últimos caprichos e desejos, independente do que dizem a lógica e o conselho. A Bíblia diz, "O que confia no seu próprio coração é insensato; mas o que anda sabiamente será livre" (Provérbios 28:26). Ele é duvidoso. As pessoas esquecem que os sentimentos e emoções são superficiais, inconstantes e duvidosas. Eles podem flutuar dependendo das circunstâncias. Em um esforço de seguir o seu coração, as pessoas têm abandonado seus empregos para fazer parte de uma banda de baixa qualidade no fundo de uma garagem. Têm perdido as economias de toda uma vida para seguir um capricho ou uma corrida de cavalo. Ou têm deixado o cônjuge de toda a vida, para ir em direção a um (a) atraente colega de trabalho que já foi casado (a) por duas vezes. O que parece ser o correto a nível de emoções agradáveis geralmente será considerado um erro terrível anos depois. Esta filosofia egoísta também é fonte de inúmeros divórcios. Ela leva muitos a se isentarem do compromisso de toda a vida porque não estão mais "apaixonados". Ele é corrompido. A verdade é, nosso coração é egoísta e pecaminoso. A Bíblia diz, "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?" (Jeremias 17:9). Jesus disse, "Porque do coração procedem os maus pensamentos, homicídios, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias" (Mateus 15:19). A menos que o nosso coração seja genuinamente transformado por Deus, ele continuará escolhendo as coisas erradas.
ALGUMA VEZ DEVO SEGUIR O MEU CORAÇÃO?
O Rei Salomão disse, "O coração do sábio o inclina para a direita, mas o coração do tolo o inclina para a esquerda." (Eclesiastes 10:2). Assim como o seu coração pode lhe direcionar ao ódio, à cobiça e à violência, ele também pode ser dirigido pelo amor, pela verdade e pela bondade. Enquanto você caminha com Deus, Ele colocará em seu coração os sonhos que Ele deseja realizar em sua vida. Ele também colocará em seu coração habilidades e dons que deseja desenvolver para a glória d’Ele (Êxodo 35:30-35). Ele colocará em seu coração o desejo de dar (2 Coríntios 9:7) e de adorar (Efésios 5:19). Quando você coloca Deus em primeiro lugar, Ele irá intervir e cumprir os desejos do seu coração. A Bíblia diz, "Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração" (Salmos 37:4). Mas o único momento em que você se sentirá bem seguindo seu coração é quando você souber que seu coração está inclinado a servir e agradar a Deus.
PORQUE NÃO É SUFICIENTE SEGUIR MEU CORAÇÃO?
Porque o nosso coração é tão sujeito à mudanças e tão suspeito, que as Escrituras deixam uma mensagem muito mais forte do que "siga o seu coração". A Bíblia lhe instrui a direcionar o seu coração. Isso significa tomar a inteira responsabilidade para as condições e direções dele. Entenda que você realmente tem o controle de onde está o seu coração. Você tem o poder que foi dado por Deus de tirar o seu coração de um determinado lugar e colocá-lo em Outro: Provérbios 23: 17 "Não inveje os pecadores em seu coração." Provérbios 23: 19 "Guie o seu coração pelo bom caminho." Provérbios 23:26 "Meu filho, dê-me o seu coração; mantenha os seus olhos em meus caminhos." 1 Reis 8:61 "E seja o vosso coração perfeito para com o Senhor nosso Deus." João 14:27 "Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize." Tiago 4:8 "Purificai os corações." Tiago 5:8"Fortalecei os vossos corações."
COMO EU GOVERNO O MEU CORAÇÃO?
Primeiro você precisa entender que o seu coração segue seus investimentos. Seja no que for que você colocar o seu tempo, energia e dinheiro, atrairá o seu coração. Isso acontecia antes de você se casar. Vocês escreviam cartas, compravam presentes e passavam tempo juntos como um casal e os seus corações os seguiam. E quando você parou de investir dessa forma no seu
relacionamento e se direcionou a outras coisas, o seu coração lhe seguiu até lá também. Se hoje você não está apaixonado por seu cônjuge, deve ser porque parou de investir nele ontem. Sonde seu coração. Uma das chaves para obter sucesso no governo do seu coração é estar sempre ciente de onde ele está. Você sabe o que tem no seu coração nesse momento? Você pode responder à essa pergunta procurando saber no que você gastou o seu tempo o mês passado, para onde foi o seu dinheiro e do que você está sempre falando? Guarde o seu coração. Quando algo prejudicial tenta o seu coração, é sua responsabilidade guardá-lo contra a tentação. A Bíblia diz, ''Acima de tudo guarde o seu coração pois dele depende toda a sua vida. (Provérbios 4:23 NVI). Não deixe o seu coração colocar o dinheiro e o trabalho acima do seu cônjuge e da sua família. Não deixe o seu coração cobiçar a beleza de uma outra mulher (Provérbios 6:25). A Bíblia diz, "Não confieis na opressão, nem vos vanglorieis na rapina; se as vossas riquezas aumentarem, não ponhais nelas o coração" (Salmos 62:10). Procurem as coisas que são do alto. O apóstolo Paulo disse, "Procure as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus" (Colossenses 3:1 NVI). É hora de identificar onde o seu coração precisa estar e então, decidir colocá-lo nessas coisas. Você diz, "Mas na verdade, eu não quero tanto assim investir em meu casamento. Preferiria fazer isso ou aquilo". Eu sei. Você já colocou o seu coração nisso no passado e agora está preso à mentalidade "Siga o seu coração". Porém, você não precisa deixar que os seus sentimentos lhe governem mais. A cobiça é colocar o seu coração em algo que é proibido e errado. Você pode escolher tirar o seu coração das coisas erradas e colocá-lo no que é correto. Invista em seu coração. Não espere até querer fazer o que é certo. Não espere sentir-se apaixonado por sua esposa para então investir em seu relacionamento. Comece olhando para o seu casamento e investindo no lugar onde o seu coração precisa estar. Gaste tempo com seu cônjuge. Compre presentes. Escreva cartas. Marque encontros. Quanto mais você investir, mais o seu coração valorizará o seu relacionamento. É sobre isso que trata O Desafio de Amar - quarenta dias direcionando o seu coração a amar seu cônjuge.

Trecho do livro Desafio de amar
Editora palavra da fé
--
Geibson Lehugeur - MARP/MRM

Apêndice III - A palavra de Deus em minha vida

Permita que essa declaração o aproxime corretamente da Palavra de Deus.
A Bíblia é a Palavra de Deus.
Ela é santa, infalível, verdadeira e completamente leal.
(Provérbios 30:5-6, João 1717, Salmos 119:89)
Ela é capaz de me ensinar, repreender, corrigir e instruir em justiça. (2 Timóteo 3: 16)
Ela me torna apto e plenamente preparado para toda boa obra. (2 Timóteo 3: 17)
Ela é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho (Salmos 119:105)
Ela me torna mais sábio que os meus inimigos. (Salmos 119:97-100)
Ela me traz estabilidade durante as tempestades da minha vida. (Mateus 7:24-27)
Se eu crer em sua verdade, serei liberto. (João 8:32)
Se eu a esconder em meu coração, serei protegido em tempos de tentação. (Salmos 199: 11)
Se eu permanecer firme na Palavra, serei verdadeiramente um discípulo de Jesus. (João 8:31)
Se eu meditar em suas palavras, serei bem-sucedido. (Josué 1:8)
Se eu guardá-la, serei recompensado e o meu amor aperfeiçoado. (Salmos 19:7-11, 1 João 2:5)
Ela é a viva, eficaz e penetrante Palavra de Deus. (Hebreus 4:12)
Ela é a Espada do Espírito. (Efésios 6•17)
Ela é mais doce que o mel e mais desejável que o ouro. (Salmos 19: 10)
Ela é indescritível e para sempre firmada no céu. (2 Coríntios 13:7-8, Salmos 119:89)
Ela é a verdade absoluta sem mistura e sem erro. (João 1717, Tito 1:2)
Ela contém verdades absolutas sobre Deus. (Romanos 3:4, Romanos 1625,27; Colossenses 1)
Ela contém verdades absolutas sobre os homens. (Jeremias 17:9, Salmos 8:4-6)
Ela contém verdades absolutas a respeito do pecado. (Romanos 3:23)
Ela contém verdades absolutas sobre a salvação. (Atos 4:12, Romanos 10:9)
Ela contém verdades absolutas sobre o céu e o inferno. (Apocalipse 21:8; Salmos 119:89)
Senhor, abre os meus olhos para que eu veja a verdade e os meus ouvidos para ouvirem a verdade. Abra meu coração para recebê-la pela fé. Renove a minha mente para guardar a esperança. Entrego a minha vontade para que eu possa viver a Tua Palavra em amor. Lembra- me que sou responsável quando a ouço. Ajuda-me a querer obedecer o que o Senhor diz através da Palavra.
Transforme a minha vida para que eu venha conhecer a Tua Palavra. Aflija meu coração para que eu compartilhe a Tua Palavra. Fale agora Senhor. Dá-me paixão para conhecer e seguir a Tua vontade. Nada mais. Nada menos. Apenas isso.

Trecho do livro Desafio de amar
Editora palavra da fé
--
Geibson Lehugeur - MARP/MRM

Apêndice II - Vinte perguntas para seu cônjuge

Seja em um encontro ou durante uma conversa particular, tente utilizar as perguntas abaixo para aprender mais sobre o coração do seu cônjuge. Deixe que os tópicos levantem perguntas adicionais que você queira explorar, mas mantenha o foco e o humor positivos. Ouça mais que fale.

PERGUNTAS PESSOAIS
Quais são os maiores sonhos e esperanças do seu cônjuge?
  • O que você mais gosta em sua vida agora?
  • O que você menos gosta em sua vida agora?
  • Como seria o emprego dos seus sonhos?
  • Quais são as coisas que você sempre quis fazer mas ainda não teve oportunidade?
  • Quais as três coisas que você deseja fazer antes de terminar o ano?
  • Com quem você se sente mais "seguro(a)" de estar? Por quê?
  • Se você pudesse almoçar com qualquer pessoa desse mundo, quem seria essa pessoa e por quê?
  • Quando foi a última vez que você se sentiu muito alegre?
  • Se você tivesse que dar um milhão de dólares para alguém, a quem você daria?
CONJUGAL
  • Quais são as três coisas que eu faço que você mais gosta?
  • Quais são as três coisas que eu faço que deixa você enlouquecido(a)?
  • Que coisa eu fiz no passado que fez você se sentir amado (a)?
  • O que eu fiz que fez você se sentir desvalorizado(a)?
  • Diga três coisas em que eu possa melhorar.
  • Das coisas abaixo, qual faria você se sentir mais amada?
  1. Receber massagens e carícias no seu corpo por uma hora.
  2. Sentarmos e conversarmos por uma hora sobre seu assunto favorito.
  3. Ter ajuda com a casa durante uma tarde.
  4. Receber um presente bem legal.
  5. Ouvir palavras encorajadoras que expressam o quanto você é apreciada.
  • Quais as coisas que aconteceram no passado que você gostaria que fossem apagadas 'como se nunca tivessem acontecido?
  • Qual é a outra grande decisão que Deus quer que tomemos como um casal?
  • Como você gostaria que fosse a sua vida daqui a cinco anos?
  • Que palavras você gostaria de ouvir de mim com mais freqüência?
  • Ofereça encorajamento e um ouvido para ouvir. Recuse permitir que isso se torne um argumento ou uma oportunidade para você criticar. Deixe que este seja um tempo para seu cônjuge se expressar.

Trecho do livro Desafio de amar
Editora palavra da fé
--
Geibson Lehugeur - MARP/MRM

40° Dia O Amor é uma aliança

Porque aonde quer que tu fores, irei eu; e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo será o meu povo, o teu Deus será o meu Deus. – Rute 1:16
Parabéns. Você chegou ao final de O Desafio de Amar _ o livro. Mas a experiência e o desafio de amar o seu cônjuge é algo que não tem que ter um fim. Continua para o resto da sua vida.
Este livro termina no 40° dia, mas quem disse que o seu desafio terminou? E, à medida que você vê o seu casamento por essa perspectiva, nós desafiamos você a considerá-lo como uma aliança e não como um contrato. Essas duas palavras são parecidas em significado e intenção mas na realidade são bastante diferentes. Ver o casamento como um contrato é como dizer ao seu cônjuge, "Eu tomo você para mim e vamos ver se dá certo". Porém, vê-lo como uma aliança muda a fala para, "Eu me entrego a você e me comprometo com este casamento por toda a minha vida". Existem muitas outras diferenças entre alianças e contratos. Um contrato é geralmente um acordo escrito baseado em desconfiança, traçando as condições e conseqüências caso seja quebrado. Uma aliança é um compromisso verbal baseado na verdade, assegurando a alguém de que a sua promessa é incondicional e boa para a vida. É feita diante de Deus como um ato de amor um pelo outro. Um contrato é para interesse próprio e vem com responsabilidadeslimitadas. Ele estabelece um período de tempo para a vida útil de certas mercadorias. Uma aliança é para benefício de outros e vem com responsabilidades ilimitadas. Não tem data.valide. É até que a morte nos separe". Um contrato pode ser quebrado com consentimento mútuo. Uma aliança é planejada para ser inquebrável. A Bíblia contém muitas outras alianças maiores como parte da declarada história do povo de Deus. Deus fez uma aliança com Noé prometendo que a terra nunca mais seria destruída pelas águas de um dilúvio (Gênesis 9:12-17). Ele fez uma aliança com Abraâo prometendo que uma nação inteira de descendentes viria da linhagem da sua família (Gênesis 17: 1-8). Ele fez uma aliança com Moisés declarando que o povo de Israel seria possessão permanente de Deus (Êxodo 19:3-6). Ele fez uma aliança com Davi prometendo que um rei se assentaria em seu trono para sempre (2 Samuel 7:7-16). No final de tudo, Ele fez uma "nova aliança" pelo sangue de Cristo, estabelecendo uma herança interminável e imutável de perdão de pecados e de vida eterna para aqueles que crêem n’Ele (Hebreus 9:15). E nenhuma vez sequer Deus quebrou alguma dessas alianças. E tem o casamento - a aliança mais forte entre duas pessoas na terra, a promessa de um homem e uma mulher de estabelecerem um amor que é incondicional e que dura por toda uma vida. No casamento, o anel representa os votos da aliança - não meras obrigações que você espera cumprir, mas promessas pensadas previamente, declaradas publicamente e testemunhadas por outros. Assim como você leu inúmeras vezes nas páginas desse livro, manter esta aliança não é algo que você pode fazer pelas suas próprias forças. Existe uma razão que explica por que Deus foi o primeiro a estabelecer alianças com Seu povo. Apenas Ele é capaz de cumprir as exigências de Suas próprias promessas. Apenas Ele é capaz de perdoar os que fazem aliança com Ele, mas falham em,manter a sua parte no acordo. Mas o Espírito de Deus está em você em razão da sua fé em Seu Filho e da graça concedida a você em salvação. Isso significa que agora você pode exercitar seu papel de protetor da aliança, não importa o que se levante para desafiar sua fidelidade a ela. Especialmente se o seu cônjuge não está agora no lugar de receber o seu amor, o ato de proteger a aliança pode crescer mais ameaçador com o passar dos dias. Mas o casamento não e um contrato com cláusulas escapatórias e exceções. O casamento é uma aliança projetada para acabar com todos os atalhos de fuga ou retrocesso. Não há nada em todo o mundo que possa separar o que Deus uniu. O seu amor é baseado na aliança. Centenas de anos após o profeta Malaquias ter registrado estas palavras, as pessoas ainda se perguntam por que Deus às vezes retém Sua mão de abençoar suas casas e casamentos. "Todavia perguntais: Por quê? Porque o Senhor tem sido testemunha entre ti e a mulher da tua mocidade, para com a qual procedeste deslealmente sendo ela a tua companheira e a mulher da tua aliança. Pois eu detesto o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel, e aquele que cobre de violência o seu vestido; portanto cuidai de vós mesmos, diz o Senhor dos exércitos; e não sejais infiéis." (Malaquias 2: 14, 16) Todo casamento é chamado para ser um retrato terreno da aliança celestial de Deus com a igreja. O casamento é para mostrar ao mundo a glória e a beleza do amor incondicional de Deus por nós. Jesus disse, "como o Pai me amou, assim eu os amei; permaneçam no meu amor" (João 15:9). Permita que a Palavra d’Ele o inspire a ser canal do amor de Deus para o seu cônjuge. A hora é agora, homem ou mulher de Deus, de renovar a sua aliança de amor com toda sinceridade e entrega. O amor é um tesouro sagrado para ser trocado por outro, e um laço muito poderoso para ser quebrado sem conseqüências terríveis. Ligue-se mais uma vez àquele (a) que Deus entregou para você cuidar, apreciar e honrar. A união de vocês está em suas mãos. Seja desafiado a segurá-la e nunca deixá-la acabar. Nós desafiamos você.
» Desafio de hoje »
Escreva novas promessas assim como você fez no dia do seu casamento. Guarde-as em algum
lugar da sua casa. Talvez, se for apropriado, você pode renovar essas promessas formalmente
diante de um ministro e com a família presente. Faça dessas promessas um testamento vivo do
valor do casamento aos olhos de deus e da grande honra de ser um com seu cônjuge.

Trecho do livro Desafio de amar
Editora palavra da fé
--
Geibson Lehugeur - MARP/MRM

Apêndice I - As trancas e as chaves da oração eficaz

A oração de um justo é poderosa e eficaz. - Tiago 5: 16

AS TRANCAS: DEZ COISAS QUE BLOQUEIAM A ORAÇÃO
  1. Orar sem conhecer a Deus por meio de Jesus - João 14:6 - Respondeu-lhe Jesus: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim."
  2. Orar com o coração que não expressa arrependimento - Salmos 66:18-19 - "Se eu acalentasse o pecado no coração, o Senhor não me ouviria; mas Deus me ouviu, deu atenção à oração que lhe dirigi."
  3. Orar para aparecer - Mateus 6:5 - "E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa."
  4. Orar com palavras repetitivas e vazias - Mateus 6:7-8 - "E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes."
  5. Orações não feitas - Tiago 4:2 - "Nada tendes, porque não pedis."
  6. Orar com coração ambicioso - Tiago 4:3 - "Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites."
  7. Orar enquanto maltrata seu cônjuge - 1 Pedro 3:7 - "Igualmente vós, maridos, vivei com elas com entendimento, dando honra à mulher ... e como sendo elas herdeiras convosco da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações."
  8. Orar enquanto ignora o pobre - Provérbios 21: 13 - "Quem tapa o seu ouvido ao clamor do pobre, também clamará e não será ouvido."
  9. Orar com amargura no coração por alguém - Marcos 11:25-26 - "Quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que também vosso Pai que está no céu, vos perdoe as vossas ofensas."
  10. Orar sem fé no coração - Tiago 1 :6-8 - "Peça-a, porém, com fé, não duvidando; pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, que é sublevada e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa, homem vacilante que é, e inconstante em todos os seus caminhos."

AS CHAVES: DEZ COISAS QUE TORNAM A ORAÇÃO EFICAZ
  1. Orar pedindo, buscando e batendo - Mateus 7: 7-8, 11 - "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-a. Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhas pedirem?"
  2. Orar com fé - Marcos 11 :24 - "Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que o recebereis, e tê-lo-eis."
  3. Orar em secreto - Mateus 6:6 - "Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará."
  4. Orar segundo a vontade de Deus - 1 João 5:14 - "E esta é a confiança que temos nele, que se pedirmos alguma coisa segundo a Sua vontade, Ele nos ouve."
  5. Orar em nome de Jesus - João 14: 13-14 - "E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei."
  6. Orar em concordância com outros crentes - Mateus 18:19-20 - "Ainda vos digo mais: Se dois de vós na terra concordarem acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus. Pois onde se acham dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles."
  7. Orar enquanto jejua - Atos 14:23 - "E, havendo-lhes feito eleger anciãos em cada igreja e orado com jejuns, os encomendaram ao Senhor em quem haviam crido."
  8. Orar com uma vida em obediência - 1 João 3:21-22 - "Amados, se o coração não nos condena, temos confiança para com Deus; e qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos o que é agradável à sua vista."
  9. Orar firme em Deus e em Sua Palavra - João 15:7 - "Se vós permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedi o que quiserdes, e vos será feito."
  10. Orar enquanto deleita-se no Senhor - Salmos 37:4 - "Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração."
UM RESUMO DAS TRANCAS E DAS CHAVES DA ORAÇÃO
  1. Você precisa ter um relacionamento justo com Deus.
  2. Você precisa ter um relacionamento justo com outras pessoas.
  3. Seu coração precisa ser justo.

Trecho do livro Desafio de amar
Editora palavra da fé
--
Geibson Lehugeur - MARP/MRM


Related Posts with Thumbnails