Eleições 2010


Pra variar, um assunto que deveria ser fácil de se posicionar com base nas Escrituras se torna um problema gigantesco devido a histeria de alguns segmentos da população e do "ecossistema gospel". É verdade que por muito tempo a política foi tabu dentro das quatro paredes do cristianismo moderno, muito disso devido ao trauma gerado em nós pelos governos católicos ditatoriais, fazendo com que em todas as democracias atuais existam leis muito específicas separando Igreja e Estado.
Contudo, a separação institucional não significa uma alienação total e absoluta. Nem que cristãos devem se separar da política e dos ambientes de administração secular ou da chamada "Máquina Pública". Aliás, acredito que a maior culpa pela baderna geral, a corrupção (que muitos dizem estar institucionalizada, provando a inversão de valores) e a crescente impunidade, são consequências diretas da abstenção cristã no processo de consolidação da democracia.
Antes tarde do que mais tarde, alguns líderes cristãos estão se posicionando biblicamente e instruindo suas comunidades a pensar segundo os parâmetros de Deus na hora de votar. Essa atitude com certeza vai trazer benefícios a todos, pena que no ritmo atual, demoremos para ver os resultados. A menos que haja uma mobilização cristã nas urnas guiada totalmente por princípios e não por empatia, clientelismo, barganhas, conchavos, troca de favores e outros jeitinhos. Se o povo escolher votar naquilo que o político assume a responsabilidade de fazer sob as penas da lei e não votar naquele que quer mudar as leis para fazer o que quiser.
Minha opinião pessoal é radical demais sobre esse assunto, então, nas linhas acima, expus o que, refletindo à luz da Palavra, creio ser uma atitude sadia no presente momento.
Abaixo, alguns links e videos de cristãos que tem se posicionado de forma coerente com a Palavra de Deus.

Posicionamento do pr. Paschoal Piragine da PIB de Curitiba.



Leia o posicionamento do Reverendo Ageu Magalhães, da igreja Presbiteriana.

E a opinião do Padre Paulo Ricardo, Reitor do Seminário Católico de Cuiabá, MT.


Creio ser uma oportunidade vinda de Deus para reflexão nossa, o formato que essas próximas eleições estão tomando.
Que o Senhor nos dê discernimento e revelação, em nome de Jesus.

Juliano G. Leal - MRM/MARP 


Related Posts with Thumbnails