Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

No meu tempo...

Imagem
O guri pergunta pro pai:

-Pai, tu apanhava quando era pequeno?
-Sim.

Aí o guri pergunta pra vó:

-Vó, porque tu batia no pai quando ele era pequeno?
-Porque ele merecia. Era muito arteiro. Se a gente não endireita o piá em casa, a brigada endireita ele na rua. E pai e mãe amam. Cuidam pra não machucar. brigadiano não quer saber, desce o porrete!

De volta ao pai:

-Pai!
-Que foi...
-Eu sou arteiro?
-Um pouco. Às vezes muito.
-E porque tu não me bate?
-Porque eu posso ir preso.
-Como assim pai?
-Pais que batem nos filhos hoje podem ir presos.
-Não entendi nada.
-Como não, filhote?
-É que a vó te bateu pra tu não ir preso e agora tu não me bate pra tu continuar não indo preso?
-Um dia tu vai entender, filho. Agora vai brincar vai...

Mas ele volta pra vó:

-Vó!
-Fala querido!
-O pai disse que se ele me bater que nem tu batia nele ele vai preso!
-Os tempos mudaram meu filho. As pessoas que escrevem as regras que temos que obedecer acham que hoje é melhor assim. No meu tempo era diferente...
-…

E se...

Imagem
Olá. Eu quero jogar um jogo com vocês. Vocês foram trazidos até aqui por praticarem o mesmo mal. Agora, vou colocar diante de vocês algumas opções. Nenhuma delas é fácil de se escolher. Todas elas vão exigir de vocês habilidades que até agora vocês demonstraram não possuir.
Todos os dias, milhares de inocentes acreditam nos discursos que vocês vomitam do alto dos seus púlpitos. E sustentam as regalias e luxos de vocês com um dinheiro que quase morrem para receber. As bocas das crianças da periferia deixa de ser cheia para que os bolsos de vocês se farte.
A justiça e a restituição vão começar.
Diante de vocês estão três caixas. E vocês são, como podem ver, três pregadores. Como o que vocês mais fazem é pregar, por dedução, acredito que saibam usar martelo e pregos.
Eles estão espalhados pela sala. Em cada caixa existe madeira suficiente para que sejam feitas três cruzes. E acho que como se usa uma cruz eu não preciso explicar.
Uma vez vazias, as caixas podem ser vistas como um caixão.…

E então, me coloquei no lugar dele, para tentar entender sua dor.

Imagem
Tudo começou quando eu li Mateus 7.
Me quebrantou como nunca havia acontecido. De repente, devido ao momento em que me encontrava, aquele texto soou completamente diferente. Escandalize-se. Mas em 18 anos de convertido foi a primeira vez que ele foi real. Não que antes disso fosse falso ou não verdadeiro. Sempre cri que era verdadeiro, mas não era aplicável, não era algo que eu pudesse aplicar de forma plena na minha realidade. Talvez tu te perguntes como isso é possível. Na verdade é bem comum pra quem nasce numa igreja. Mesmo depois de uma experiência individual, de uma escolha consciente, de começar a tomar as próprias decisões, a convivência dentro de um ambiente que te protege do mundo te mantém morno, confortável e te leva a apatia. Tu te tornas um crente no piloto automático.
E isso faz com que tua visão e aplicação das escrituras se torne cada vez mais afunilada, desprovida de uma experiência autêntica que comprove, autentique essa fé e esse mover edificador que ela deveria p…

Festival Promessas

Imagem
Quem ligou desavisado a televisão hoje achando que ia dar de cara com a manjada programação de mau gosto dos domingos, teve uma grata surpresa. Um louvorzão à moda antiga em plena Globo. Sim, era assim meus amigos. Nos anos 80 e 90, fazíamos um evento em que bandas de várias igrejas se revezavam no altar e no fim, na grande maioria deles, todos se juntavam para um gran finale. O tempo era bem controlado, não tinham pregações, e se tinham não podiam ser longas (no máximo 15 minutos e com teor evangelístico) porque o objetivo do louvorzão era festejar os valores da nossa fé e adorar o Senhor com música. Muita música.
Apesar das críticas e pré-julgamentos de Grinches recalcados, acredito que o Festival seja uma coisa boa. Isso se os interessados em pregar o verdadeiro evangelho souberem aproveitar a oportunidade e a onda para o lado bom, pois infelizmente já sabemos que pro lado ruim sempre aproveitam...
Muita gente que está criticando não tem o mínimo bom gosto. Nem de ética entendem, …

Grinch - Ele existe e tem um perto de você!

Imagem
Dezembro chegou. O feriado do dia 25 se aproxima. Junto com ele uma figura folclórica reaparece: O Grinch. Para quem não conhece ou nunca viu nem o filme com Jim Carrey sobre esta criatura, o Grinch é um personagem criado por Dr. Seuss num livro de 1957 chamado "Como o Grinch roubou o Natal"(tradução literal), cuja estória narra a aventura do verdinho mau humorado tentando destruir o Natal. O livro termina com o Grinch praticamente se convertendo e tem um enorme fundo moral.
Acontece, que o personagem de Seuss não é um mero bicho feio ou lenda urbana. Ele existe! E com o advento das redes sociais ele não está mais sozinho. Casou, teve filhos e seus gens estão se proliferando como uma praga no mundo 2.0.
Os Grinches de hoje nem sempre são verdes. Ultimamente eles tem mudado de cor cada vez mais. Mas apesar de a aparência os camuflar entre as pessoas comuns, basta que um deles comece a falar para descobrirmos que se trata de um. Aquilo que enche o coração dos Grinches transbo…