Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Gente Podre

Imagem
Já chamei eles de filhos da p#%@. Já afirmei biblicamente que eram imorais. Denunciei sua voracidade lupina e canibal. Chamei eles de Comensais da Morte, de Haman, de neonazis. E cheguei a uma brilhante conclusão.

Era pouco.
As palavras do Messias em Mateus 23 me sobrevieram com uma nova melodia. Leia:
"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês dão o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas têm negligenciado os preceitos mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Vocês devem praticar estas coisas, sem omitir aquelas.
Guias cegos! Vocês coam um mosquito e engolem um camelo.
"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês limpam o exterior do copo e do prato, mas por dentro eles estão cheios de ganância e cobiça.
Fariseu cego! Limpe primeiro o interior do copo e do prato, para que o exterior também fique limpo.
"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas! Vocês são como sepulcros caiados: bonitos por fora…

Haman, uma ideia universal

Imagem
Purim. Ester. Assuero. Haman.
Sempre voltamos a falar deles nessa época.
Mas esse ano, quero observar alguns elementos da história que parecem ter pulado da Escritura direto para os nossos dias.
Lendo a história, vemos em Haman um cara sanguinário movido pela vingança. Pela 1ª vez na vida eu tive coragem de me colocar no lugar do Haman. Sim, a minha motivação é a mesma de sempre, o contraponto, o outro lado.
Me pergunto se nós na posição dele também não estaríamos procurando o extermínio judeu. Será que seríamos diferentes dele? Será que não seríamos agentes do genocídio, caso uma mente habilidosa nos convencesse de que isso é o correto a ser feito?
Uma história, uma época, uma cultura e muitos conceitos e ideias distorcidos espalhados nela, formaram o caráter de um homem que cria sinceramente estar fazendo a coisa certa. E sua consciência era guiada pelos princípios religiosos e extremistas que seguia. Assim como Hitler e tantos outros exterminadores de gente.
Hoje, existem grupos r…

E se fosse uma bruxa?

Imagem
Tenho acompanhado e inclusive me mobilizado com o caso do Pastor Yousef Nadarkhani. Por sinal postei aqui mesmo no BRP a divulgação de um dia mundial de oração por ele. Mas após ver a notícia de que o governo do Irã cedeu à pressão da diplomacia brasileira, este vosso amigo, fã do contraponto, não pode deixar de avaliar a situação com outros olhos. E dentro do contexto histórico do ocidente, para que a pimenta caia nos nossos olhos e a reflexão funcione, ousei perguntar.
E se no lugar do pastor Nadarkhani quem estivesse sendo julgado e condenado à forca, ou à morte de qualquer outra forma fosse uma outra pessoa de uma outra crença qualquer? E se esta pessoa além de "desrespeitar" o Alcorão também "desrespeitasse" a Bíblia? A agenda evangélica do Congresso se manifestaria? O Itamarati faria alguma coisa sem pressão? E se fosse uma bruxa? E se fosse o tribunal Católico da Santa Inquisição?
Talvez eu é que seja martirizado por ter invertido a situação dessa maneira.
M…