Volte às Raízes da sua fé

A frase acima é "Yeshua 'Nzareth Ha Melech Ha Yehudim", ou Jesus de Nazaré, O Rei dos Judeus. As letras em destaque são YHWH, o Nome do Todo-Poderoso em hebraico. Este é o Senhor a quem adoramos!

Esta é uma página do BRP onde você encontra informações sobre os recursos oferecidos pelo MARP para ministrar Resgate das Raízes da Fé Bíblica na sua igreja e mais abaixo na página, as datas das festas bíblicas.

Isso não tem nada a ver com judaização, nem com encher a igreja com artefatos e amuletos judaicos ou impor tradições humanas (rabínicas). Nos apegamos às Escrituras Sagradas e adentramos em suas maravilhas.

As ministrações consistem tão somente em levar os irmãos a vivenciarem experiências bíblicas que os farão entender com maior profundidade o contexto no qual a mensagem que leem e ouvem foi escrito.

Visam também desmistificar orações e bênçãos, freneticamente pronunciadas em hebraico como palavras mágicas em alguns grupos, trazendo os textos bíblicos onde elas se encontram e colocando-as da maneira correta ao alcance de todos, na lingua nacional.

Expulsar da vida da igreja todo e qualquer sentimento anti-semita e denunciar doutrinas segregacionistas que existem no cristianismo institucional sincretista (segregação em qualquer nível, não somente judeu).

Equipar o Corpo de Cristo para viver a Palavra de uma maneira que os judeus que não crêem em Yeshua sintam desejo de segui-lo.

Celebrar as Festas Bíblicas que o Senhor ordenou como estatuto perpétuo.

Entre em contato com o MARP por email e faça o planejamento do seu seminário ou curso de Raízes, ou peça maiores informações e tire dúvidas.

Um abraço!

Equipe MARP


Menorah com o nome de Yeshua sustentando as chamas.

Festas Bíblicas

A seguir as datas das Festas Bíblicas. Lembrando que a festa sempre começa no por-do-sol do dia assinalado. Abaixo do texto referenciamos as nossas fontes de consulta para os dados a seguir. Visitando alguns deles você acabará percebendo um conflito de datas das festas. Explico: alguns grupos entendem o calendário bíblico de uma forma diferente do judaísmo tradicional, por motivos que eles mesmos explicam com farta referência e probidade. A opção do MARP pela celebração das festas nas datas tradicionais é facilitar a aproximação evangelística dos grupos judeus tradicionais. Sinta-se livre para avaliar as posturas e argumentos de cada fonte e decidir o que lhe parece mais correto, sabendo que a verdade absoluta somente o Senhor conhece. Comemorar uma festa com uma variação de 15 dias não invalida a festa. Comemorar essa festa sem Yeshua nela, sim.

Purim - Sorteios

Purim (em hebraico Purim: plural de pûr, do acadiano puru) é um festa bíblica que comemora a salvação dos judeus persas do plano de Hamã, para exterminá-los, no antigo Império Persa tal como está escrito no Livro de Ester, um dos livros da Bíblia. A festa de Purim, uma das mais alegres do calendário bíblico, pois comemora a vitória contra a ameaça de genocídio.

Pêssach - Páscoa

O Pessach - a festa da Páscoa - é comemorado por sete dias. Ele tem início com uma cerimônia na noite do 14º dia do mês de Nisan (o primeiro mês do calendário bíblico). Em todo o mundo, as famílias reúnem-se para o jantar do Pessach, ceia em que relembram a libertação dos hebreus, depois de um longo período de cativeiro no Egito, há mais de 34 séculos.

Shavout - Semanas/Primícias

Shavuot, a Festa das Semanas, comemora a outorga da Torá no Monte Sinai, sete semanas após a saída do Egito. Neste dia é feita uma leitura comemorativa dos Dez Mandamentos, com júbilo e ação de graças. Também é chamada Chag Habicurim, a Festa das Primícias, as ofertas dos melhores frutos, que eram levadas ao Templo de Jerusalém, nesta época do ano.

Tisha B'Av e as 3 Semanas


É um período de jejum e introspecção motivado pelas duas destruições do Templo de Jerusalém. O MARP incentiva que os discípulos de Yeshua, jejuem e orem por Israel e seu povo nessa data, pois o clamor do povo israelita é genuíno e intenso. Eles oram pedindo que a Glória de Yahweh retorne e o Templo seja reconstruído.
Nós oramos para que eles percebam que cada pessoa é o verdadeiro templo e que este é reconstruído quando o Espírito Santo passa a habitar em cada um.

Yom Kipur - Dia do perdão

Yom Kipur, o Dia do Perdão, é o dia mais sagrado e solene do ano; o "Sábado dos Sábados" (Shabat HaShabatot), e é observado no décimo dia de Tishrei. É um dia de jejum, reflexão e orações. É o dia de pedir perdão por promessas feitas ao Eterno e que foram quebradas, fechando ciclo de renovação espiritual.

Sukkot - Tabernáculos

Sukkot inicia-se cinco dias após o Iom Kipur e representa muita alegria. Durante oito dias, a casa de oração é enfeitada e perfumada com vegetação natural enquanto, nas casas, monta-se um caramanchão com plantas e frutas que representam a Sukah (cabana) - um templo portátil onde os fiéis revivem a forma de vida e as habitações dos israelitas, durante a travessia entre o deserto e a Terra Prometida.
Shemini Atzeret - Oitavo dia de Congregação
Shemini Atzeret, é a festa da conexão do Oitavo Dia de Assembléia. Depois de completar os sete dias de Sukkot, o Oitavo dia significa que o fiel quer permanecer mais um dia na Sukah (na presença Divina).
Hannucah - Festa das Luzes

A palavra hebraica "Hannucah" tem três significados: inauguração, educação e dedicação. Quando os macabeus libertaram o Templo do domínio dos gregos, descobriram que seu local mais sagrado tinha sido violado e profanado, e o purificaram novamente "reinaugurando". O Hannucah é realizado durante oito dias, a partir do 25º dia de Kislev (novembro ou dezembro).

E abaixo uma tabela para visualizar rapidamente as datas até 2015:
Clique para ampliar

Chag Sameach!

Equipe BRP

Postagens mais visitadas deste blog

Pólvora em Chimango

Sacrifício Diário

Noé