Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2009

Cadeirinha no Céu

Imagem
Gente, este post do Juliano, veio ao encontro de algo que eu pensava. Tolerância (ou misericódia, como preferir) sem justiça é libertinagem; passaporte pro inferno. Justiça sem misericórdia se torna algo maléfico que exclui todos. Pois com certeza, ninguém consegue cumprir toda lei humana. A divina, então...

Algo que sempre me incomodou em muitas igrejas é a diferença de tratamento entre o rico e o pobre. E o pior é a desculpa dada: Não posso perder o dízimo do Dr. Fulano. Paga quase todas as contas da Igreja...
Se é assim gente... Acorda! O pr. não pode perder o dízimo do dr., mas não se preocupa de que, deste jeito, o dr. vai passar a eternidade no Inferno!!!! Estamos voltando à Idade Média quando se vendia cadeirinha no Céu!!!!
Por que eu digo isto? Simples. Se o dr. paga as contas; o pr. cede o púlpito, o dr. fica se achando (achando q é semi-deus; que a igreja é uma extensão do seu consultório, do seu escritório, da sua empresa; que manda; que sabe tudo...); então, num dado moment…

Cristãos equivocados e cheios de razão, uma ameaça ao bem estar e ao sucesso da Igreja

Prosperismo X Vida AbundanteNum outro post com a mesma temática, falei das pessoas que colocam a realização pessoal desmedida acima da vontade de Deus. Aqui quero falar sobre quem, é sob muitos aspectos, o principal culpado por essas posturas.
Em linhas gerais é o pecado, o sistema, o diabo. Sim, como todos os problemas da humanidade. Mas essa postura errada (que eu chamo de "prosperismo", no sentido de igualar a outros "ismos" destrutivos, e para contrastar com a prosperidade positiva e bíblica), tem brotado e se proliferado dentro e a partir da Igreja. E os principais apologistas do prosperismo tem sido os pastores evangélicos neo-pentecostais e os padres católicos carismáticos.
Pregando do alto de púlpitos magnificados no estado-da-arte, em catedrais luxuosas que oprimem o pobre - que se sente minúsculo e indigno de estar ali - e que após as reuniões não tem o mínimo contato com seu povo, se comportando exatamente como os imperadores romanos faziam na Arena, a úni…

NÃO SOU EVANGÉLICO

Não, você não leu errado. Essa posição já é real na minha vida há bastante tempo. Mas em vista de alguns acontecimentos recentes, que você pode acompanhar pelos acordes dissonantes, e pela mídia em geral, resolvi expor essa posição mais detalhadamente. Antes que você pergunte, também não sou católico. Sou apenas cristão. Tão somente cristão e mais nada. Creio na Bíblia e no Espírito Santo de Deus para me guiar através da Bíblia. Não acredito em doutrinas humanas com base bíblica, mas apenas em doutrinas bíblicas com objetivo de salvar a humanidade.
Não reconheço como cristãs as igrejas, templos, convenções e instituições que fazem uso dos mais estapafúrdios subterfúgios para conseguir dinheiro.
Tampouco reconheço aquelas que se utilizam de metodologias estranhas à Palavra para atrair fiéis aos seus arraiais.
Desprezo as organizações que menosprezam as mulheres e as rebaixam a um plano inferior de vida na sociedade, expondo-as a algo que está totalmente fora do plano de Deus, fazendo-as usa…

Porque algumas igrejas tem medo do Harry Potter

Imagem
Comecei a observar o comportamento de certos líderes e ministros diante dos livros e filmes da J.K. Rowling e percebi algo estarrecedor: Enquanto uns estão realmente querendo preservar suas crianças de uma superexposição desnecessária ao mundo da bruxaria, outros tem um motivo bem mais pífio e cafajeste: rabo preso! Ao assistirem os filmes ou lerem os livros, as crianças e jovens de algumas igrejas estão percebendo que sua comunidade (e até a denominação inteira) são iguais a Hogwarts - e que seus líderes são réplicas fiéis dos Aliados de Lord Voldemort, os Comensais da Morte.
Tenho visto que vários pastores são dignos de irem para a prisão de Azkaban, pois são piores que os bruxos e os dementadores do filme. Aliás, eu já convivi com pastores e líderes que costumam dementar suas ovelhas, sugando toda a felicidade delas, até vê-las morrer de tristeza e depressão.
E é obvio que eles não querem que essa associação de imagem aconteça! Eles não querem que suas ovelhas descubram que eles usam &…

Coisas que aprendi na igreja - Parte VII

É impressionante a quantidade de pessoas que (em certas denominações) afirmam que ouvem e proclamam a vontade de Deus para os demais. Como sempre destaco, essa série tem por objetivo refletir avaliando o passado e corrigir nossos erros para termos um presente e um futuro melhor.Hoje vou falar sobre os falsos profetas.Durante um culto maravilhoso, enquanto soavam cânticos que convidavam o povo ao arrependimento e ao quebrantamento, e muitas pessoas se dirigiam ao altar para se sentirem mais próximas de Deus  e também para receberem orações dos líderes por suas necessidades, um homem começou a avançar entre os líderes para também orar pelas pessoas.À medida em que ele se movia entre o povo, cuja maioria encontrava-se de joelhos, percebia-se que ele não estava orando pelas pessoas, mas sim dizendo coisas para elas. Segundo ele, mensagens de Deus.O homem se aproximou de um jovem que estava prostrado mais a frente, próximo dos degraus do altar. Estendeu a mão sobre a cabeça do rapaz e diss…