Basta!

Se você tem estômago fraco ou se acha muito sensível, não prossiga com a leitura dessa postagem, vá assistir um video bem suave e volte no blog outro dia. Agora, se quer prosseguir, é por sua conta e risco e não diga que não foi avisado.
Estou farto da babaquice e da criancice que aflora do chamado "meio evangélico". Todos os dias eu leio sem nenhum prazer ou alegria, alguma notícia estúpida ou vergonhosa vindo daí. Antigamente, as pessoas diziam que pra ser "crente" tinha que largar o cigarro, a bebida, não podia ir mais aos bailes, tinha que ser honesto, usar essa e aquela roupa, &tc. Pelo menos tinha um padrão! Ridículo e estereotipado, mas ainda assim um padrão, uma postura. Um testemunho.
Hoje, o que eu ouço das pessoas é: "Como que alguém tão inteligente como tu, consegue ser crente?" AAAGHH! Hoje, o estereótipo é de que crentes são burros!
Porque isso acontece? Simplesmente porque na maioria dos casos de hoje é a mais pura verdade!
Pergunta pra um crente qualquer o por quê de ele fazer isso ou aquilo. As respostas normalmente são:
  • "Minha religião não permite!"
  • "Tá na Bíblia!"
  • "O pastor disse que não pode!"
  • "Não sou pastor, pergunta pra ele!"

Agora eu pergunto: Isso lá é resposta que se apresente? Isso aí foi realmente dito por alguém que diz ter a Mente de Cristo? Essa chocarrice, essa balela, essa coisa pífia é pra ser inspiração do Espírito Santo?

MAS VÃO TOMAR VERGONHA NESSA CARA! Depois tão aí dizendo que tem marcha disso, cruzada daquilo, encontro de não sei o que, fogo não sei daonde, campanha de 7, 14, 21, 12, 318, 70. Vou jogar na Megasena essa sopa de números!

Agora me aparece uma notícia de que a música do Régis Danese tem mensagem subliminar. Mas o Bonito que descobriu a pólvora e ateou fogo, nem sinal!

E o povo sai comentando na igreja, no MSN, no Orkut, dando ibope pra fofoca, dando trela pro capeta, levantando falso testemunho contra um cara que até agora só foi benção. Antes de colocar a resposta do Régis à essa palhaçada; eu vou dizer porque a música "Milagre em mim" está no alvo do diabo.

Vamos pra Mateus capítulo 18. Aqui tem um belo sermão de Jesus sobre o perdão e sobre o escândalo. Vou matar dois coelhos com uma cajadada só. No versículo 17, Jesus diz que a pessoa que não aceita exortação deve ser considerado como gentio e publicano. Olhando pro contexto da época, Ele disse "estranho e traidor"; respectivamente, pois os gentios não eram participantes da Aliança Mosaica, eram estranhos à Lei, e o publicano era do povo mas se vendia à Roma.

Quando a música começa, faz com que as pessoas se identifiquem como publicanos traidores da Aliança, assim "como Zaqueu". Continuando, faz com que as pessoas assumam uma postura de pagar o preço pela Santa Presença: "quero subir o mais alto que eu puder, só pra te ver e olhar para ti".

O nível de busca avança ainda mais, começando a trilhar o caminho da humilhação, da dependência total, até chegar à renúncia de "largo tudo pra Te seguir".

Mas a parte que deve doer a cabeça do capeta é a que começa a convidar o Senhor pra entrar na "minha casa, na minha vida, mexer com minha estretura e sarar todas as feridas". Já dá pra ver a raiva e o descontentamento que isso tá provocando em muitos líderes e pastores que ficaram "possessos" com a música e proibiram de executá-la em suas igrejas.

É isso mesmo! Quando Deus levanta alguém com unção pra fazer parar a bobageira que anda solta, tem que aparecer uma cambada de sem-noção pra servir de represa do mover de Deus. Ele não vai parar de se manifestar só porque os fariseus querem. Vocês estão fazendo os pequeninos tropeçarem com as teologias de fundo de quintal de vocês. Tá chegando o momento em que o Senhor vai entregar vocês aos verdugos!

O Senhor deve estar ficando verde de náusea só de olhar pra esse tipo de comportamento. O Zaqueu foi feliz em correr atrás do que ele queria,;o Régis também. Mas parece que tem mais fariseus, gentios e publicanos na igreja do que imaginávamos.

Vamos por um fim nessa porcaria? Tenho duas sugestões, façam como o Zaqueu ou preparem as pedras de moinho e boa viagem.

Juliano Leal MRM/MARP

Leia o que o Regis Danese disse.

Postagens mais visitadas deste blog

Pólvora em Chimango

Sacrifício Diário

Noé