O melhor de nós?

Começou a ser veiculado na TV um filme publicitário oficial feito pelo Comitê Olímpico Internacional promovendo as olimpiadas de 2012 em Londres. Quem acompanha pelo menos um pouquinho a, assim chamada, mídia profética, sabe que o lugar lá é bem "movimentado" em termos espirituais.

O filme chama a atenção não somente por sua beleza e plasticidade perfeita, mas pela idéia de que os atletas olímpicos são o que o mundo tem de melhor. Que eles são superiores de algum modo. Eles, que levam vantagens físicas sobre os demais seres humanos, agora são cultuados como semi-deuses no Olimpo.

Com seis atletas gigantes, um rapaz em Nova Yorque, um na África, um em Sydney, e uma moça no Brasil, uma na China e outra em Londres, o mundo é agrupado novamente na Pangéia, com cordas. Os seis gigantes amarram o mundo. O detalhe é que o nó da corda fica no deserto da Líbia, na fronteira entre a Líbia, o Egito e a Grécia que encosta nos dois depois de o Mediterrâneo sumir.

Não fico procurando pena em ovo, mas que seis gigantes amarrando o mundo chama a atenção, ah isso chama!

E o mais surpreendente foi onde eu vi esse comercial. Foi num canal infantil de TV a cabo. E por enquanto só nele e em mais nenhum. O que eles querem por na cabeça das crianças? Porque uma animação e porque num canal infantil? Eu te digo, se isso acontecesse hoje de verdade, as crianças não teriam medo, porque elas estão sendo preparadas para gostar deles, interagir com eles, enfim, lhes dar honra e glória pelos seus feitos atléticos, numa adoração hedonista sem precedentes

E tudo isso sendo preparado para 2012, preciso dizer mais?


Reflita,

Juliano Leal - MRM /MARP


Postagens mais visitadas deste blog

Pólvora em Chimango

Sacrifício Diário

Noé