38° Dia O Amor realiza sonhos

Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração. - Salmos 37•4
O que o seu cônjuge iria gostar muito, mas muito mesmo? Com que freqüência você se faz essa pergunta? O senso comum nos diz que não podemos dar rude o que nosso marido ou esposa gostaria. Nosso orçamento e saldo bancário nos dizem que provavelmente não poderemos arca com isso de forma alguma. E mesmo se pudéssemos, poderia não ser muito bom para nós. Ou para ele (a). Contudo, talvez você esteja deixando que o "não" seja a resposta mais rápida. Talvez, você esteja deixando esta configuração negativa se tornar muito racional e lógica, muito automática. O que aconteceria se em lugar de afastar o pensamento, você desse seu melhor para honrar os desejos do seu cônjuge? O que aconteceria se aquilo que você disse que nunca faria por ele se tornasse a próxima coisa a ser feita? O amor, às vezes, precisa ser extravagante. Fazer o que parece impossível. Ele, às vezes, precisa deixar as técnicas de lado e fazer um agrado só porque deseja. Esse pensamento é muito característico de adolescentes? Amor como este não está mais a disposição depois de tantos anos de casamento? Além disso, da forma como o seu casamento deve estar no momento, não seria hipocrisia agradar seu cônjuge se seu coração não está nisso? Bem, o que você acha de colocar seu coração nisso? O que acha de adotar um novo nível de amor que verdadeiramente queira realizar cada sonho e desejo possível? O amor de Deus já não supriu necessidades em seu coração que já lhe pareceram fora de questão? Você estava vivendo sob uma carga tão grande de pecado e arrependimento, que chegou a pensar que nunca retornaria ao caminho da Sua graça. Mas Ele olhou para você com amor e disse que você não tinha que se preocupar. Ele queria você de volta. Ele desejava que você entendesse o quanto precisa d’Ele e, ao se arrepender e voltar-se para Ele, Ele lhe amaria e perdoaria. "Todavia Deus que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deunos vida com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões" (Efésios 2:4- ). Você pensou que a vida se acabou quando um certo contratempo tirou todo o vento da
sua embarcação. Você perdeu suas forças e clamou a Ele. Você orou como nunca antes havia orado. E mesmo não sendo fácil voltar e prosseguir, de alguma forma você sobreviveu. Ele alcançou você com a paz que prometera "que excede todo o entendimento" (Filipenses 4:7) e lhe manteve firme. Não foi quando você estava se comportando como um anjo que Deus escolheu derramar Seu amor sobre você. Não foi porque você era tão merecedor que Ele lhe ofereceu Sua graça. "Deus demonstra Seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores" (Romanos 5:8). Ele é o seu modelo. Ele é Aquele cujo amor é feito para ser imitado. Mesmo você não sendo um candidato adequado ao Seu amor, Ele lhe amou assim mesmo. Ele pagou o preço. Nem tudo o que o seu cônjuge deseja tem um preço muito alto. Nem tudo o que ele deseja pode ser comprado com dinheiro. Sua esposa pode desejar o seu tempo. Ela pode realmente querer a sua atenção. Ela pode desejar ser tratada como uma rainha, desejar saber que seu marido a considera como seu maior tesouro. Ela pode desejar ver em seus olhos um amor que se faz presente não importa o que aconteça. Seu esposo pode realmente desejar o seu respeito. Ele pode querer que você o reconheça como o cabeça da casa frente aos seus filhos. Ele pode desejar muito que você o abrace sem razões específicas, que o surpreenda com um beijo demorado ou um bilhete de amor quando não tem um aniversário ou uma data comemorativa para justificar. Ele pode precisar muito saber que você ainda o acha forte e bonito, da forma como achava antes. Os sonhos e desejos vêm em todas as formas e tamanhos, mas o amor observa cuidadosamente cada uma dessas formas e tamanhos.
• O amor convida você a ouvir o que seu cônjuge está dizendo e desejando.
• O amor convida você a lembrar das coisas que são únicas em seu relacionamento, os
prazeres e alegrias que trazem o sorriso a face um do outro.
• O amor encoraja você a dar quando é muito mais conveniente esperar.
• E o amor convida você a ter devaneios tão regulares com essas Oportunidades que os desejos de seu cônjuge se tornarão os seus também.

Nós desafiamos você a pensar em termos de inundar o seu cônjuge com amor.
A surpreendê-la com Sua bondade. Esse pode ser ou não um sacrifício financeiro, mas necessita refletir um coração que está disposto a se expressar de maneira extravagante.
O que o seu cônjuge iria gostar muito, mas muito mesmo?
É hora de começar a colocar esses pensamentos em prática.

» Desafio de hoje »
Pergunte a si mesmo o que o seu cônjuge iria querer se fosse possível de obter. Leve isso em
oração e comece a mapear um plano para atender a alguns ('se não todos) desses? Desejos, em
todos os níveis possíveis.

Trecho do livro Desafio de amar
Editora palavra da fé
--
Geibson Lehugeur - MARP/MRM

Postagens mais visitadas deste blog

Pólvora em Chimango

Sacrifício Diário

Noé