Quando a luz do sol é coberta pela escuridão...

Acontece um eclipse. E este mês é um mês repleto de eclipses. Estreou mundialmente ontem o terceiro filme da Saga Crepúsculo, intitulado Eclipse. Ele dá continuidade à narrativa do romance entre o vampiro bonzinho Edward Cullen e a jovem Bella Swan, interpretados respectivamente por Robert Pattinson e Kristen Stewart. Completa a aventura o lobisomen Jacob Black (Taylor Lautner) que quer roubar a moça do vampiro.
Só no dia de estreia, o filme arrecadou mais de 68 milhões de dólares nos EUA, enquanto no Brasil foram mais de 4,5 milhões de reais (recorde de maior bilheteria arrecadada numa estréia) só de ontem e hoje! Este e mais três recordes cinematográficos históricos foram batidos no Brasil pelo filme.
Mães e filhas suspiraram nas filas das sessões agendadas para a meia-noite, ansiosas para assistirem as cenas do romance. Opiniões fervorosas de apoio ao casal e nervosos relatos de preocupação com o desfecho da trama eram a tônica das conversas nos lounges dos cinemas.

Mas onde está acontecendo o verdadeiro eclipse?
Vários cristãos tem buscado diversão e entretenimento no cinema e apreciam muito assistir filmes. Alguns, como eu, não se satisfazem apenas em assistir, mas também curtem debater, analisar, rever com amigos para ampliar o assunto, e eventualmente, quando o filme é baseado em livro, ler o livro que deu origem ao filme.
Contudo, algo diferente me chamou a atenção na Saga Crepúsculo. Ao contrário da maioria dos filmes de vampiros tradicionais que são catalogados em fantasia, suspense, terror ou coisa assim, este filme é um romance. Além disso, a autora da história disse que "recebeu" a trama toda através de sonhos. Sonhos onde um Edward (que não era o Robert Pattinson) conversava com ela.
Diferente de Joanne Rowling com Harry Potter, a Saga Crepúsculo não se passa numa realidade paralela e interconectada com a nossa. Ela se passa aqui mesmo no nosso ambiente.
Um outro ponto importante de ser notado, é que nos outros filmes de vampiros e/ou lobisomens, estes normalmente são os vilões e a interatividade com eles é perigosa ou prejudicial independente da situação. Na Saga Crepúsculo essa interação é reinterpretada, tolerada e encorajada.
Sem mergulhar no lugar-comum do ecossistema gospel de "evite a qualquer preço as trevas" mas sem um pingo de raciocínio ou consciência, gostaria de avaliar com você essas e outras informações à luz da Palavra e a partir dela, te ajudar a escolher conscientemente e de forma inteligente uma postura diante da avalanche da mídia.

Os Mutantes fazendo parte do nosso mundo

Tanto vampiros quanto lobisomens são formas anormais de vida humana se observadas de um ponto de vista puramente científico. Eles não mantém as características básicas para que sejam definidos como plenamente humanos. O vampiro é um morto-vivo e um lobisomem é alguém que devido à ação de uma "força desconhecida" se transforma em um lobo. Vemos na Bíblia que Deus não criou o homem e a mulher com características assim, mas perfeitos em tudo. Mas a história da Saga mostra estes seres coexistindo conosco. Se seres humanos que tiverem suas mentes corrompidas por ideias arbitrárias a respeito de morte e vida, sangue e outras coisas, eles poderão desenvolver atitudes que acarretem num comportamento idêntico ao retratado na Saga. As pessoas destruirão o que Deus criou perfeito em busca de algo que Ele não fez. E Jesus foi claro quando declarou o nome de quem veio pra roubar matar e destruir.

Morte, Sacrifício e Sangue

Também não encontramos Deus salvando a vida de ninguém através de uma morte auto-salvífica, mas vemos a salvação através de uma morte única e plenamente satisfatória de um único homem inocente, por toda a humanidade em Jesus, o Messias. Também em Jesus vemos o sangue ser derramado de uma vez por todas para que mais nenhuma gota de sangue em sacrifício precisasse ser derramada com a finalidade se "manter o homem longe da morte", pois o sacrifício de Jesus foi perfeito, portanto já não é necessário que o vampiro morda e sacrifique alguém para ser salvo.

Comunicação com os mortos

Se um vampiro está de fato morto, quem inspirou Stephanie Meyer? O salmo 115 declara que os mortos não louvam a Deus, nem os que descem ao Hades. Ou seja, uma vez morto, a comunicação acabou.

O Apelo

A cada episódio da trama os personagens tem ficado mais sensuais. O apelo sexual da história é escancarado. Toda a feitiçaria e todo o ocultismo na Bíblia é considerado prostituição. Ocultismo junto com lascívia então...

As adolescentes que assistiram os filmes da saga ou leram os livros, relatam que sonham com o Edward (nos sonhos de novo?) e não conseguem tirá-lo da cabeça. De acordo com Romanos 12:1-2, nós devemos apresentar nossos corpos como Sacrifícios Santos, ou seja, sem prostituição, nem lascívia ou feitiçaria, e acrescenta, que não devemos nos conformar com o padrão desse mundo, mas sermos transformados pela renovação do nosso entendimento, renovação que consiste em reafirmar os propósitos de Deus na sua vida e ter um amplo domínio da mente.

O Vampiro Gospel

Carlisle Cullen, o pai adotivo de Edward, é médico e "vegetariano", ele não ataca humanos por ter motivos e princípios que não o permitem fazer isso. Um motivo é ele ter se tornado vampiro contra a vontade. Outro, é o fato de isso ter acontecido durante uma caçada aos vampiros que o pai de Carlisle liderava por ser um pastor presbiteriano. Graças aos seus princípios "cristãos", ele desenvolve uma etiqueta extremamente rigorosa de não só evitar o "consumo de humanos", como também de salvá-los sendo médico. Temos um Vampiro Gospel!

Datas

Dentro do ocultismo nenhuma data é escolhida por acaso. E o lançamento de eclipse acontece numa data bem interessante. É exatamente dez dias antes de um Eclipse total do sol, dia em que a luz do sol por alguns instantes vai deixar de iluminar  uma parte da Terra. Ele será visível parcialmente aqui em Porto alegre a partir das 16:30 do dia 11 de Julho
Um Eclipse TOTAL do sol, junto com o Eclipse do cinema? Coincidência né?

Concluindo:

A Palavra declara que a Luz veio ao mundo, mas os homens amaram mais as trevas do que a Luz porque suas obras eram más. Se a luz do Senhor não tem entrado em sua vida, o Eclipse maior e total está em outro lugar. Não é no céu do dia 11, nem nos Cinemas e Imax'es espalhados pelo mundo, mas dentro de você, na sua mente.

"Eles não podem crer, pois o deus deste mundo conservou a mente deles na escuridão. Ele não os deixa ver a luz que brilha sobre eles, a luz que vem do Evangelho da glória de Cristo, o qual nos mostra como Deus realmente é." 2 Coríntios 4:4

"Apalpamos as paredes como cegos, e como os que não têm olhos andamos apalpando; tropeçamos ao meio-dia como nas trevas, e nos lugares escuros como mortos." Isaías 59:10

Disse Jesus: "Os olhos são como uma luz para o corpo: quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz.
Porém, se os seus olhos forem maus, o seu corpo ficará cheio de escuridão. Assim, se a luz que está em você virar escuridão, como será terrível essa escuridão!" Mateus 6:22-23
"Porém o mandamento que eu estou dando a vocês é novo porque a sua verdade é vista em Cristo e também em vocês. Pois a escuridão está passando, e já está brilhando a verdadeira luz. 
Não amem o mundo, nem as coisas que há nele. Se vocês amam o mundo, não amam a Deus, o Pai.
Nada que é deste mundo vem do Pai. Os maus desejos da natureza humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida, tudo isso não vem do Pai, mas do mundo.
E o mundo passa, com tudo aquilo que as pessoas cobiçam; porém aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre." 1 João 2:8; 15-17.

Sei que não fui muito radical e nem me aprofundei muito nos argumentos, mas te expus a Palavra. Se a Palavra precisasse de argumentos, não seria A Palavra. Então ore a partir desses versículos e veja se na sua vida está predominando a Luz ou as trevas.
E cuidado com os Eclipses...

Juliano G. Leal - MRM/MARP

Postagens mais visitadas deste blog

Pólvora em Chimango

Sacrifício Diário

Noé