Já conseguimos assoprar a vela

Muitas coisas me marcaram na vida dos meus filhos. Cada situação que eles viveram e ainda vivem me afeta e me causa algum tipo de reação. Algumas coisas emocionam, outras alegram, umas entristecem, impressionam, assustam, enraivecem. Enfim, é como dizem, sinal de vida.

Uma dessas situações aconteceu no aniversário de dois anos do Judá Alef (que faz 7 anos na próxima sexta, parabéns filhote!): ele conseguiu assoprar a vela pela primeira vez.

Embora as recomendações para não comer a figura que cobre a torta sejam constantemente ignoradas, a partir daquele momento eu as compreendi (hehehe). Mas essa não foi a única coisa que eu aprendi ali. No esforço de assoprar pela primeira vez, ele enviava o recado: Estou vivo, tenho folego, e já começo a controlar e entender o básico desse mecanismo chamado vida.
E é assim que nos sentimos neste segundo aniversário de Blog Realidade Profética: já conseguimos assoprar a vela.
Mas a ambiguidade dessa frase não me deixou em paz desde que a escolhi. Pois o outro sentido dela é igualmente verdadeiro para nós hoje.


Algumas crianças de dois anos não conseguem assoprar sozinhas ainda. Os pais ajudam. Se pensarmos na nossa vida como um barco à vela, também precisamos que ela seja assoprada pelo vento para nos movermos. No caso do barco não precisamos tanto saber assoprar, mas sim, colocar a vela na posição certa, na hora certa, para receber o vento. Seria mais um ato de sincronia do sopro.
Isso me lembra uma orquestra, cujos instrumentos devem ser tocados em harmonia e também um encontro de adoração onde, numa só voz, nosso sopro de vida alcança os ouvidos do nosso Criador.

Em todos os casos precisamos de uma dose de habilidade e também de interatividade. Essa tem sido a proposta do Realidade Profética nesses dois anos. Temos tentado nesse tempo desenvolver a habilidade de tocar em feridas e assuntos espinhosos mantendo o respeito e o bom senso num campo minado. E o êxito que obtivemos veio da interatividade com as pessoas que comentam no pé da postagem, por email, pessoalmente, que enviam as postagens para os amigos, que divulgam no Orkut, Facebook, Twitter, Buzz, e por último mas nunca menos importante, os que nos seguem. A todos vocês, mais uma vez, muito obrigado.

Nossa oração é que possamos continuar, com a ajuda do Senhor e de todos vocês, conseguindo assoprar muitas velas.

Com amor no Messias,

Equipe BRP 

Postagens mais visitadas deste blog

Pólvora em Chimango

Sacrifício Diário

Noé