Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Um tapinha não dói?

Imagem
A chapa esquentou para os radicais neo-pentecostais depois da aprovação da "Lei Bernardo" e da cena vexatória protagonizada pelo "pastor" deputado diante da desgastada ex-rainha das manhãs oitentistas da TV.
Como se tal comportamento já não fosse suficiente pra desprestigiar e ferir ainda mais a imagem dos cristãos na mídia, ainda temos gente ignorante o suficiente para ficar defendendo a malfadada atitude do deputado.
Não discordo daqueles que vociferam que "ele disse apenas a verdade". De fato, ele não mentiu a respeito do filme, afinal de contas este existe e é detestado em boa parte do mundo. Críticos do Internet Movie DataBase (IMDB) chegam a sugerir que o filme deveria ser banido de seus países. Nunca vi o filme, e a julgar pelas críticas, pela nota baixa do IMDB e o tipo de "cinema" que se fazia no Brasil na época, deve ser realmente ridículo.
Também não discordo daqueles que defenderam a dona Maria Meneghel por tentar apagar essa mancha…

Agite-se antes de beber

Imagem
O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor elaborou um estudo e iniciou uma campanha para conscientização da população para tomar cuidado com o consumo dos chamados "néctares" e demais "sucos de caixinha", intitulada "Agite-se antes de beber".
A pesquisa publicada pelo IDEC em fevereiro de 2014, afirma que o "teste com 31 amostras de néctar identifica que 10 delas não têm a quantidade mínima de polpa ou suco de fruta exigida por lei. Além disso, a maioria das bebidas contém doses exageradas de açúcar".
O site especial do projeto contém um farto material informativo que vai desde dicas de alimentação saudável até ferramentas na lei para exigirmos melhorias na apresentação das informações nos rótulos.
Para divulgar a campanha e conscientizar a população (principalmente as crianças, que são o consumidor mais exposto à esses produtos), o IDEC produziu o vídeo abaixo:


Outro vídeo (sugerido no site do "Agite-se"), mostra na prática a di…

O Evangelho de Backwater

Imagem
Me deparei com esse curta de animação nas minhas andanças pela web. Ele aborda de uma forma bem drástica um assunto que já tratamos outras vezes aqui no BRP: o momento em que as instituições que se apresentam como "igreja" pervertem completamente seu objetivo, subvertem sua metodologia e invertem sua missão, acabando por roubar o papel do Inimigo.
Apesar de ser uma animação, o vídeo tem imagens fortes de violência banal, mutilação, assassinato, uso não convencional de símbolos religiosos, bullying e crimes de ódio. Foi classificado lá fora como 15+. Pelo conteúdo em si, provavelmente receberia no Brasil uma classificação de recomendado para maiores de 14 anos. Mas dependendo da estrutura familiar e dos jogos que seus filhos jogam, talvez um piá de 12 anos ache o vídeo tranquilo mesmo que os pais se escandalizem.
Enfim, recomendo pra maiores de 14 e aconselho discrição ao assistir.
A versão abaixo foi legendada por um voluntário. Você pode ver o original em alta definição no…